Ou assume e corre atrás, ou desiste e segue em frente. Não existe meio termo para o amor.
Because i'm happy!
Home fask puta ♡ nigga texts
© design
© | i-nsegur-a
install theme
86.703 notas - via - source - reblog this

68.641 notas - via - source - reblog this

45.877 notas - via - source - reblog this

8.236 notas - via - source - reblog this

63 notas - via - source - reblog this
Em tudo que faço tem um pouco dela, por que? Se estou na roda de amigos o assunto que eu sempre toco tem que ser ela, é automático, quando noto já estou lá, a meia hora falando a mesma coisa de sempre, tocando sempre no mesmo nome. Se tem alguém que sabe ser boba, esse alguém é ela. Ela é tão boba, que sempre foge da conversa quando se trata de assuntos do coração. Na realidade, as vezes, no meu intimo, tenho para mim que nem mesmo ela sabe o que sente, as vezes nem ela sabe quem ela ama, se é que ama alguém a altura de aceitar ou assumir para si mesmo, nem mesmo ela sabe se é capaz de amar de novo, foge tanto dos assuntos do coração que acaba na sarjeta da saudade, sentindo falta de uma grande paixão. Força. Medo. Saudade. Insegurança. Paixão. Carência. Ela é um misto de bom e ruim, viver com ela é viver o inconstante, você tem que estar preparado para o que der e vier, por mais que você a conheça nunca irá saber o que estará por vir dela. Ela te machuca, tanto ao ponto de te fazer quase desistir e ao mesmo tempo te cura. Ela te da o chão, mas as vezes te deixa com a corda no pescoço. Ela é como o verão, tem toda a beleza do verão, flores, frutos, calor, mas vem sempre acompanhadas de grandes tempestades. Ela é daquele tipo de pessoa totalmente insegura, que tem medo de cair de novo. Ela fica toda chorosa quando chove. As vezes me manda embora mas as vezes tudo que espera é que eu fique. Sente saudades e sofre de saudades por coisas que não voltam e é insegura de si mesmo para seguir em frente. Tem a força de uma mulher madura dentro de si, capaz de esconder qualquer dor com o mais lindo sorriso. Tem medos de criança. Dentro de ti explode um coração que só procura alguém que realmente fique, alguém que mesmo com as tempestades, com os medos, mesmo com a insegurança fique. Carente e orgulhosa demais para assumir que precisa de colo, mas insuficiente demais para esconder nas palavras o quão frágil ela é. Tão fácil enxergar seu coração e tão difícil acreditar no que se vê nele. Viver ao lado dela precisa gostar do radical, de aventura, não pode ter medo. Ela precisa sentir mais você que ela entende? Ela precisa saber que você é forte o bastante pra se vocês cair você segurar ela e você junto. Ela é tão confusa quanto a esse texto, que você não vai entender por completo, nem lendo ele milhões de vezes. Pois sempre falta algo, sempre sobra algo. Por que a cada dia nasce mais uma mudança, mais um segredo, mais algo pra ser descoberto.
E continuo não sabendo por que não paro de pensar em você.   (via desvairador)

391 notas - via - source - reblog this
Quando você me deixou, meu bem, me disse pra ser feliz e passar bem. Quis morrer de ciúme, quase enlouqueci. Mas depois, como era de costume, obedeci.
Chico Buarque.  (via cuidei)

680 notas - via - source - reblog this 680 notas - via - source - reblog this
uma alegria: não tem aula amanhã

53 notas - via - source - reblog this

20.590 notas - via - source - reblog this
Confesso que preciso de sorrisos, abraços, chocolates, bons filmes, paciência e coisas desse tipo.
Caio Fernando Abreu.  (via demografar)

9.856 notas - via - source - reblog this

632 notas - via - source - reblog this 632 notas - via - source - reblog this
"o que os olhos não veem, os amigos contam" e você imagina mil vezes pior

9.470 notas - via - source - reblog this
Depois de ir tão longe por alguém, desculpe mas eu não quero mais ninguém.
Kaka Reis.   (via evidencias)

1.302 notas - via - source - reblog this

150 notas - via - source - reblog this
Perguntaram-me outro dia como eu estava me sentindo e fiquei pensando por um tempo o que iria responder, porque pela primeira vez não tinha o que responder. Não me sentia bem tampouco mal, na verdade nem sentia.Eu não estava ali e em nenhum lugar. Era uma confusão entre ser e estar, entre o coração e a mente, um corpo vazio de amor. E por mais que tentassem me preencher, não daria certo porque o buraco que jazia em mim tinha um ralo por onde se esvaia tudo. E assim foi saindo pelos meus olhos as últimas gotas de uma pessoa. Fiquei mais frágil que um borboleta, se viesse um vento eu desmontaria e talvez pedacinhos de mim voassem por ai como um dente-de-leão. Sou apenas um ser mendigando atenção, carinho e amor. Mendiguei, chorei, e nada fiz. A vida é tão bruta ao ponto de nos mostrar que somos frágeis e vulneráveis a qualquer coisa, a qualquer toque, a qualquer palavra mal dita, a qualquer atitude de má fé. Frágil e pequeno como um resto de algo. E lá estava escrito na minha humilde lápide: Nasceu, cresceu, morreu e nada fez além de sofrer. Chorou por migalhas, o coração era um mausoléu, companhia era a solidão no qual dançava nas horas vagas, o cigarro era o consolo e o vazio fora sua ruína. Restos de quem se foi, o amor o fez sofrer, a dor o maltratou, o choro ocasionou a morte e a morte é apenas a passagem de um ser sólido para um estado completo de vazio. Morreu tentando viver, viveu tentando engolir dor, amou na tentativa de se salvar, chorou para aliviar a dor, e a dor permaneceu até a sua partida.
Cravada and Nevarias.    (via florindo-me)

8.364 notas - via - source - reblog this
Meu único problema é estar sóbrio.
Bukowski (via apos-ao-vento)